queijos e vinhos
Para preparar uma deliciosa e agradável reunião entre amigos com queijos e vinhos, é interessante seguir algumas dicas. Em média, calcula-se uma quantidade de 200 a 250g de queijo para cada convidado – caso os queijos sejam servidos como aperitivo, 100g para cada pessoa. Os vinhos podem ser calculados com base em ½ garrafa para cada um, com proporção de mais ou menos 70% tinto e 30% branco.

Alguns queijos são um pouco mais complexos para harmonizar, como o provolone (por ter sabor defumado) e o parmesão (pelo alto teor de sal). Também podem ser evitados os queijos mais comuns como mussarela, prato ou frescal.

Procure compor sua mesa com em média 40% de queijos macios, 30% de queijos maduros, 20% de queijos de casca branca e 10% de queijos azuis (saiba mais sobre a classificação dos queijos aqui).

É necessário tomar alguns cuidados no momento da compra e no tratamento dos queijos. Confira alguns dos principais:

• Ao comprar queijos em pedaços, dê preferência aos que tem aparência mais fresca e evite os com indício de suor, rachadura ou dureza, pois é um indicativo de que o queijo está velho;

• Preste atenção na textura. Se possível, apalpe os queijos macios e verifique se estão mais elásticos ao toque e, se forem curados, devem estar mais macios do centro para a superfície e sem transbordar água;

• Um bom aroma indica se o queijo está fresco. Evite aqueles com cheiro de amônia;

• A temperatura ideal para a conservação do queijo é entre 5 e 10º;

• Na hora de servir, retire da geladeira com uma hora de antecedência, deixando-os em temperatura ambiente;

• O tempo de armazenamento pode variar segundo o seu grau de umidade: queijos frescos devem ser consumidos em até uma semana e mantidos na parte superior da geladeira, enquanto os queijos semi-duros e duros podem ser conservados por mais tempo. Evite o congelamento, pois afeta os sabores e aromas do queijo.

www.menuespecial.com.br

Enviar Post





Envie este post por email!